só pra deixar registrado

Chewie

Queria aqui anotar alguns fatos sobre Chewie para a posteridade uma vez que a) eu quero falar sobre isso; b) eu tenho a memória curta e c) acho que todo mundo (?) vai querer saber mais sobre esse ser sensacional que é Chewie. Então, Chewie, no alto dos seus 6 meses:

– Ama cenoura. Na verdade, Chewie ama qualquer coisa que ele possa mastigar, mas ele tem uma relação bem bonita com as cenouras. Tá comprovado que ele é um cãoelho;

– A exemplo de sua dona, é ansioso e gosta de roer coisas erradas quando tá entendiado (ele rói as minhas caixas de papelão na qual estou guardando as coisas do chá de cozinha e eu, as unhas);

– É super ativo e, não importa quantas voltas eu dê com ele na Lagoa do Araçá, ele continua fazendo a casa de pista de 100 metros rasos. Porém, se essas voltas forem feitas num momento de calor e à luz do sol, ele vai ficar esbaforido e dormir o resto do dia, de tão cansado;

– Já sobe sozinho no sofá e seus momentos favoritos pra fazer isso é quando a gente tá deitado e distraído. Ele pega impulso, pula e aterrisa diretamente nas nossas fuças. Delicadeza, não trabalhamos;

– Tem uma relação muito estranha com orelhas. Nunca deixe sua orelha de bobeira quando ele estiver no seu colo, porque há grandes chances dele mordê-la, God knows why;

– Ama brinquedos de pelúcia. Também curte bastante brinquedos de borracha mole e aqueles feitos de corda. Não liga a mínima para bolinhas de borracha dura ou qualquer outro brinquedo que ele não consiga enfiar seus dentinhos ardilosos dentro;

– Não pode ver um cachorro na rua, que ele quer correr e cumprimentar. Pense num cachorro sociável – e bem diferente da minha pessoa, nesse campo, já que eu fujo dos conhecidos, então o que se dirá dos desconhecidos;

– Não faz escândalo no veterinário e toma vacina de boa. Ele é, geralmente, bem amistoso com estranhos – a exceção é uma vizinha de junto para a qual ele late. Mas ninguém gosta muito dela, então tudo bem;

– Aprendeu a pedir carinho. Ele sobe no nosso joelho (quando estamos sentados) e, se ainda assim o ignorar, ele nos cutuca com a patinha dele. A coisa mais maravilhosa e linda e fofa e tudo de bom;

– Odeia tomar comprimido, mas aceita de boa a medicação para otite. Inclusive, já vem pra perto de mim quando tô com o remédio na mão e deita no meu colo, enquanto futuco a orelha dele, para limpar e medicar;

– Ama patê e sachê da Pedigree (e qual cachorro não?). Compro bem de vez em quando, pra agradar mesmo, e ele adora. Também curtiu muito o patê da Three Dogs.

Anúncios

3 comentários sobre “só pra deixar registrado

  1. Ai meu Deus Amanda! Que amor!

    Macgyver também AMA cenouras! Ele sabe reconhecer o som de quando a estamos descascando e vem correndo pedir um pedaço. hahahha
    E come até pedra, se oferecer, mas enfim. Acho amor.

    Ele não é assim sociável igual o Chewie. :/ Na verdade, odeia cachorros porque tem certeza absoluta de que não é um. :p

    Tão lindo ver suas descobertas com ele, sabe?
    Porque passei – e passo – tudo ainda com o daqui de casa.

    Que este amor só se multiplique. ❤ ❤

    Beijão.
    meu e do Macgyver.

    Curtir

  2. Vou comentar em forma de lista, pode? Pode sim. (Eu sabia que você deixaria.)
    – Íris também é cãoelha. Se Chewie for calorento feito a Íris (que adora comer gelo), experimenta cortar umas tirinhas de cenoura e deixar no congelador. Depois vai dando pra ele de petisco. Íris adora, principalmente nesse calor.
    – Minha experiência com a Íris é de que isso é coisa de filhote ficando adolescente. Eu quero dizer, eles continuam roendo tudo, porém menos. (Mas é bom deixar coisas importantes fora do alcance sempre!)
    – Íris não gosta de brinquedos, só gosta de puxar (então imagino que eu deveria ter comprado uma daquelas cordas com nó, mas ela parece feliz puxando – e destruindo – os panos dela).
    – Íris não sabe brincar de buscar a bolinha. É um sacrifício fazê-la buscar e, quando ela o faz, não devolve a bolinha e fica andando por aí com ela na boca e rosnando assustadoramente. Chewie sabe brincar? Ou é ignorante feito Íris?
    – Íris é sociável com gente (embora, às vezes, ela escolha alguém para odiar sem motivo), mas nem liga pra cachorros. Levamos ela numa caminhada de cachorros e ela pulou em todos os humanos e ignorou completamente os colegas caninos.
    – Chewie é tão bonzinho que tô invejando. Íris é o terror dos veterinários. Sempre morde e tem que usar focinheira.
    – Íris quase quebrou a mão da minha mãe com uma mordida certa vez que ela tava tentando aplicar o remédio da otite.
    – Íris quase quebrou minha mão com uma mordida também. A danada é forte que dá medo. Ainda bem que a boazinha a maior parte do tempo.
    – Nada é tão fofo quanto um cachorro pedindo carinho. Íris enfia a cabeça na nossa mão.
    – Nada é tão difícil quanto fazer cachorro engolir comprimido.
    – Nunca demos sachê e patê pra Íris, mas a bichinha fica completamente alucinada com aqueles bifinhos, biscoitinhos e ossinhos. É assustador.
    – Estou vomitando arco-íris com esse post canino.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s